Equipamento requer cuidados.

  •  Seja convencional, split ou do carro, aparelho deve passar por limpeza e revisão constantemente

Sabe quando o aparelho de ar-condicionado já não funciona do mesmo jeito e um cheiro estranho fica no ar logo depois de ser ligado? Esse dois fatores podem acontecer por falta de manutenção no equipamento. Tanto o de janela como o split necessitam de atenção básica e de uma revisão anual, que deve ser feita por um especialista no assunto.

O refrigerista André Morais Silva, proprietário de uma empresa do ramo, já trabalhou em grandes companhias de ar condicionado, explica que o mau cheiro proveniente do ar-condicionado se deve ao acúmulo de sujeira da poluição e de pó do próprio ambiente.

Segundo ele, esse depósito de impurezas acaba criando fungos e colônias de bactérias. Por esse motivo, é importante a manutenção. Um técnico especialista deve ser chamado anualmente, pois é preciso desmontar o aparelho, aplicar bactericida e limpar todas as partes internas da máquina.

O valor cobrado por esse serviço varia conforme modelo e tamanho do aparelho. De forma geral, a manutenção em um ar-condicionado residencial oscila entre R$ 150 e R$ 200. Já em um tipo comercial, vai de R$ 250 a R$ 300.

Manutenção a cada 15 dias

Já o filtro dentro do ar-condicionado pode ser limpo pelo próprio dono duas vezes por mês. É importante tirá-lo e lavá-lo em um tanque ou com uma mangueira para retirar o excesso de sujeira.

Segundo o especialista, é um procedimento simples, mas importante, já que o equipamento pode não realizar a troca de ar, fazendo com que toda a sujeira parada no filtro volte para o ambiente.

Quando o aparelho começa a perder a eficiência, pode ser, de acordo com Silva, excesso de sujeira. “Anos sem limpar ou fazer a manutenção fazem o ar-condicionado começar a ficar fraco. Abrimos a máquina e, quando mostramos a quantidade de sujeira, as pessoas ficam assustadas”,  relata.

 

Já fez a manutenção do seu ar-condicionado?

 

Fonte: A Tribuna (reportagem publicada em 04/12/16)

Link da fonte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.